Você sabe o que faz um tabelião? Conheça mais sobre esta carreira

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Entre as muitas carreiras que um jovem pode pensar em seguir, o tabelião de notas não é uma das primeiras opções. O que poucos sabem é que essa é uma carreira promissora, com muitas oportunidades de trabalho.

Neste artigo, vamos ver o que faz um tabelião, onde ele trabalha e quanto ganha. Continue lendo para ficar informado.   

O que faz um tabelião?

O tabelião nada mais é que aquele profissional que tem a responsabilidade de executar tarefas de natureza legal como emitir e autenticar documentos importantes e afins. Este profissional precisa ser do ramo de direito, para registrar qualquer tipo de contrato.

O tabelião é a pessoa que está sempre presente na vida das pessoas como, na realização de casamento, separação, na compra e venda de imóveis, na formalização da matrícula atualizada de imóvel, registros e muitos outros.

Ele também tem a função de proteger pessoas quando estas são coagidas a assinar escrituras contra sua vontade. Diante disso, o tabelião não permite tal feito. Para exercer essa função é necessário que o formado em direito passe em um concurso público.

Onde o tabelião trabalha?

Como já foi dito, o tabelião trabalha em cartórios que estão espalhados por todo o país. São vários os cartórios, entre eles está o cartório de registro de imóvel, em que o profissional trabalha atualizando matrículas, registrando contratos, escrituras públicas e muito mais.

Ele também trabalha em cartório de notas fazendo lavratura de escrituras públicas, abrindo e reconhecendo firmas, autenticações, cópias de documentos e muito mais.

Da mesma forma, podem trabalhar em tabelionatos de protestos, cartório de registro de títulos e documentos, de registro civil de pessoas naturais e de registro civil de pessoas jurídicas.   

Qual o salário do tabelião?

O salário do tabelião é o que move muitas pessoas a ingressarem nessa carreira, já que o valor é próximo dos cinco mil reais. No geral, um tabelião trabalha com uma jornada de quarenta e duas horas por semana conforme uma pesquisa realizada. Mas esse valor pode mudar de acordo com a cidade atuante, funções e carga horária.

Mercado de trabalho

 O mercado de trabalho para o tabelião é sempre aquecido. Como há cartórios e tabelião de notas em todo o território brasileiro, esse profissional é sempre muito requisitado, por isso, investir nesta carreira é uma excelente opção para quem deseja ter uma vida profissionalmente estável.

Como se tornar um tabelião?

Para se tornar um tabelião é necessário ter formação em direito. Além disso, é necessário que o pretendente a ser um desse profissional cumpra alguns requisitos como ter nacionalidade brasileira, passar em concurso público de provas e títulos, comprovar capacidade civil, estar em dias com as exigências eleitorais e militares e comprovar uma boa conduta para exercer a profissão.

Todo aquele que não possui o diploma de bacharel em direito pode concorrer, caso ele tenha completado 10 anos de trabalho notarial ou de registro. As funções aceitas nessas condições serão de escrevente, tabelião substituto e etc.  

Os concursos são sempre feitos pelo poder judiciário, com a ajuda do ministério público, das ordens dos advogados, de um registrador e de um notário.