Dicas para ser um redator virtual e trabalhar de onde estiver

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Para qualquer lado onde você navegue na Internet, você vai percebendo a imensidão de conteúdo que digerimos diariamente:

  • Artigos sobre os mais variados assuntos em blogs e redes sociais;
  • Descrições de produtos e serviços;
  • Textos publicitários em sites.

Todos eles, em diferentes níveis de qualidade, é o que chamamos de conteúdo web – tudo que precisamos gerar de informação para atrair a atenção da gigantesca audiência online para executar uma determinação ação – uma compra, um cadastro etc.

Para que este conteúdo seja o mais interessante possível a um público que a empresa define, é preciso que seja elaborado por profissionais que, além de gostar e saber escrever bem, dominam as técnicas de artigos para o consumo online.

São os Redatores de Conteúdo, uma atividade essencial para toda a comunicação de marcas com o público, pois eles criam o veículo principal – as palavras.

Redator de Conteúdo: suas características e exigências

O Redator de Conteúdo é uma profissão com características que atraem o interesse de muitas pessoas.

  • Os dias de trabalho não têm rotina;
  • Não só exige como possibilita conquistar conhecimento – desde que a pessoa se arrisque a produzir conteúdo para nichos que ela não domina;
  • Permite que seja um trabalho virtual – em casa ou qualquer lugar, basta ter um notebook e uma rede.

Por outro lado, é uma atividade que exige certas habilidades pessoais:

  • Capacidade de pesquisar sobre os assuntos de forma rápida e eficiente;
  • Disciplina com a falta de rotina – organizar dias e horários fixos de trabalho;
  • Alto senso de prioridade em meio às demandas;
  • Disposição para consumir informação o tempo todo – ela será útil em algum trabalho, acredite.

Seja redator virtual 1: defina um local de trabalho

Trabalhar virtualmente não precisa ser trabalhar em qualquer lugar. Exceto quando estamos em movimento, em casa o espaço deve ser fixo e exclusivamente para o seu trabalho de redator.

Evite as interferências externas que podem atrapalhar as suas pesquisas e a sua concentração – e você vai precisar muito dela. Construa uma estrutura adequada para atender rapidamente – principalmente a internet e o seu smartphone.

Ser um redator virtual te dá a liberdade de trabalhar viajando, mas tenha sempre um cartão de crédito para comprar acessos à internet quanto estiver em movimento.

Seja redator virtual 2: o bloqueio criativo sempre existirá; lide com ele

Bloqueio criativo é uma realidade para quem produz material textual. Afinal, não é todo dia e hora que temos inspiração para produzir. Mas para lidar com o bloqueio, existem algumas dicas simples:

  • Tenha um horário fixo de trabalho e que seja onde você se sente mais produtivo;
  • Ao surgir o bloqueio, pare e faça outras atividades – ver TV, caminhar, jogar algo. Desta forma, podem surgir boas ideias para o seu texto.

Seja redator virtual 3: priorize temas, mas não fuja dos outros

A melhor forma de começar é escrever sobre o que você domina. Você exercita a técnica com mais segurança e obtém resultados melhores.

Mas com o tempo, se arrisque em temas que você não domina, pelo menos em encomendas que você pode dar prazos maiores. Assim você amplia o espectro de assuntos e também a base de potenciais clientes.

Seja redator virtual 4: cuidado com os plágios

Todos os clientes esperam textos inéditos – não podem ser cópias de nada que já tenha sido publicado ou pior, que o texto dele possa ser plagiado posteriormente.

Parece óbvio, mas às vezes o plágio ocorre até sem querer, por isso é preciso ter cuidado com a linguagem usada e lançar mão do máximo da semântica para diversificar e fugir do plágio pela repetição de termos e até de frases comuns.

E se for usar trechos, é importante dar o devido crédito.

Seja redator virtual 5: revisões são aprendizados

A tendência de quem saber escrever muito bem é cuidar de seus textos como filhos: eles são a sua melhor versão, mas podem não ser do cliente.

Ajustes são normais e devemos desapegar da vaidade e aproveitar para aprender o máximo com a visão de cada cliente – vai ser o seu inventário de informações para os próximos trabalhos.