5 dicas para administrar sua empresa!

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Administrar uma empresa, seja de que segmento e porte for no Brasil, é um grande desafio.

  • Muitas legislações e burocracia em excesso;
  • Uma alta carga de impostos até nos modelos mais simples de tributação;
  • Um custo país que torna a produção e a distribuição muito caras: muitas estradas mal conservadas, alto custo de pedágio, baixa performance em ferrovias, portos e aeroportos.

Só pelos motivos acima, muitas pessoas competentes desistem pelo caminho. Mas você não é uma delas, certo? E ter um negócio não precisa ser tão complexo se implementarmos algumas ações simples.

Elas podem ser feitas diretamente por você ou por suas equipes, dependendo do tamanho da sua empresa. E também se aplicam muito bem a quem empreende em home office.

Vamos falar de 5 dicas para administrar sua empresa e ganhar produtividade, segurança e lucro!

01 – Plano de negócios, não comece (ou continue) sua empresa sem ele

Este é o documento mais importante para quem quer começar um negócio. Ele define todas as diretrizes que deve ser seguidas, desde os investimentos, plano de marketing, contratação de pessoal até as estimativas de receitas e despesas mensais, de lucro e de prazo de retorno.

Se a sua empresa iniciou sem um plano de negócios, você pode criar a partir do ponto atual mas com as ideias que você tinha quando começou. Talvez você descubra decisões que precisam ser revistas. Mas esta é (sempre) a melhor hora para isso.

02 – Desenvolva o plano de marketing da sua empresa

Nenhuma empresa pode abrir mão de definir as estratégias com as quais vai chegar até os clientes para conquista-los e vender. E isso se dá tanto no negócio físico quanto no online.

Na verdade, os dois modelos necessitam de estratégias digitais – que canais de comunicação sua empresa vai usar, como ela chegará até o público-alvo, quem é esse público, os custos envolvidos, a linguagem que será usada.

Com um plano de marketing bem estruturado, todas as demais ações da empresa – vendas, distribuição, financeiro – poderão se organizar da melhor forma e fazer a empresa rodar como uma máquina muito mais ajustada, porque seus objetivos de mercado estarão definidos.

03 – Implante o plano de comunicação interna da empresa

Independente do tamanho da sua empresa, ela precisa ter uma forma de comunicação interna, geral ou segmentada (entre áreas).

O melhor meio de criar este plano é o e-mail. Você pode criar uma conta empresa@ onde as informações gerais importantes serão enviadas aos colaboradores que devem ser envolvidos.

Muito do ruído entre setores ou da empresa com seus funcionários vem de uma comunicação que não é propagada corretamente – desde o plantão de vendas em um feriado até os resultados financeiros do mês, por exemplo.

04 – Você tem um Fluxo de Caixa?

Esta é ferramenta mais importante da gestão financeira de uma empresa.

No fluxo de caixa, são distribuídos todos os pagamentos e recebimentos futuros, por data, de forma que você possa analisar os momentos em que a empresa ficará com saldo negativo e talvez recorra à limite bancário ou empréstimos.

Com o fluxo, as suas decisões podem ser sempre preventivas – renegociar o vencimento de alguns fornecedores ou dar desconto pra antecipação de clientes, por exemplo – e assim evitar custos financeiros indesejados.

05 – Tenha um escritório de contabilidade para a sua empresa

Desde a administração de pequenas empresas até grandes corporações, ter um escritório de contabilidade contratado pode representar muita agilidade e produtividade nos seus negócios.

O escritório de contabilidade pode atuar na abertura e regularização da empresa de uma forma mais rápida e segura, assessorar nas decisões de investimentos sobre os impactos contábeis e fiscais e cumprir as obrigações legais da empresa com os governos federal, estadual e municipal.

Ter uma equipe interna demanda um conhecimento que o escritório ter por definição, portanto os riscos são menores.