Nômade Digital: vantagens e desvantagens antes de cair no mundo

Muito se se fala hoje em dia sobre o Nomadismo Digital, uma filosofia de vida onde trabalhamos e vivemos sem uma forma tradicional fixa de residência – a pessoa decide morar temporariamente em várias parte do mundo, conforme as suas escolhas pessoais e desenvolve trabalhos compatíveis com esta forma móvel de vida.

O Nomadismo Digital atrai, na sua grande maioria, pessoas que querem conhecer novos lugares, culturas e hábitos, sem prender-se a um retorno a um local fixo. E necessariamente trabalhar enquanto vivem nos lugares.

Isto difere muito o Nômade Digital de um Turista ou de um Mochileiro – a essência dele é ser morador do mundo, seja qual for o tamanho deste mundo, um país ou vários países e continentes.

Parece uma vida maravilhosa, e é! Mas é preciso entender muito bem as letrinhas deste contrato que você faz com o mundo e com suas vidas pessoal e financeira.

Nômade Digital: as vantagens de ser um morador do mundo

Cultura e Hábitos

Conhecer civilizações num nível mais profundo que o olhar do turista, esta é a essência de um nômade, na verdade é o objetivo principal. Mas fique ligado: o nômade escolhe lugares para morar temporariamente, faz parte da própria experiência – ficaria impraticável financeiramente vivemos somente em aeroportos. Portanto a interação com hábitos locais pode ser maior. É um grande desperdício vivermos em tantos lugares com o olhar distanciado de turista.

Relacionamentos

Aqui falamos de conhecer pessoas ao longo das muitas experiências. Visões de mundo diferentes e até possíveis parcerias de trabalho – sem contar a questão afetiva. A experiência nômade engrandece espiritualmente a quem tem o olhar atento para o outro que ele mal conhece.

A Possibilidade do Novo

Esta faz parte dos Mandamentos do Nômade. O gastronomia exótica de Jacarta, a visão deslumbrante em Dubai, um show num subterrâneo de Praga. O surpreendente é o combustível dessa vida sem raiz.

Custo de Vida

Aqui pode ser tanto uma vantagem quanto um risco. Você vai trabalhar remotamente e receber em várias moedas, conforme os contratos que fechar. Pode ganhar muito na conversão em alguns países, se considerarmos que a maioria dos trabalhos é fechada em Dólares ou Euros. Mas é preciso muita atenção com este item para não ter surpresas no bolso (pelo menos que sejam só boas).

Trabalho Remoto, Home Office e Flexível

As oportunidades de trabalho são, na maioria, em Negócios Digitais, onde trabalhamos por demanda e projeto/data, portanto não há um horário exigido. E dependendo do fuso horário, você poderá trabalhar de madrugada (se for o seu horário de maior produtividade) sem prejuízo da entrega, quando é urgente – e entregas urgentes também são comuns neste mercado, precisamos estar preparados para atender e agradar os clientes. Você pode trabalhar de casa (hotel, residência, espaço de coworking).

Neste artigo, você pode ver mais dicas muito boas para trabalhar em casa.

Nômade Digital: as desvantagens e riscos de ser um morador do mundo

Alimentação e Vestuário

Aqui vale a máxima: estude muito o lugar antes de chegar. Se você tem resistência, pode se aventurar com temperos e alimentos locais, mas não vale a pena prejudicar estadia e trabalho por uma extravagância – e isso também vale para bebidas.

Segurança

Você é um trabalhador em trânsito, deve cuidar ao máximo do seu equipamento, principalmente em aeroportos. E acima de tudo, ter um ótimo pacote de clouding para garantir a segurança de seus dados.

Rede Wi-fi

Você encontrará redes excelentes e algumas bem ruins. E lugares sem rede. Neste último caso, recomendaria apenas para passeios fora dos dias de trabalho. O nomadismo está intimamente ligado ao trabalho, e num mundo tão dinâmico, não podemos arriscar. Uma dica: use muito as mensagens de ausência, informando quando estará disponível.

Restrições de Internet

Alguns locais restringem acesso a alguns sites e até mesmo à Internet. Os últimos podem entrar na categoria só turismo.

Disciplina Financeira

Isso é fundamental não só no planejamento da reserva que ficará disponível para eventualidades – despesas imprevistas, falta de trabalho – mas na definição dos limites de valor para as despesas. Muito controle. A ideia é vivermos com a renda do trabalho que geramos e cada lugar tem um custo de vida. Além disto, se a pessoa tem uma proposta de gastar mais com luxo, deve prever isso.

Relacionamentos

Aqui é um ponto delicado, exceto pra quem já é sozinho no mundo. Deixaremos para trás as relações mais duradouras e é preciso estar preparado para isto, e preparar as pessoas. O nomadismo não é sumir na poeira, pelo contrário, partilhar as experiências é muito prazeroso e para isto precisamos não só estar disponíveis através da tecnologia, mas emocionalmente – dar prazer às pessoas quando aparecemos. E uma coisa fundamental: problemas surgem, alguns graves. Precisamos estar prontos para aparecer quando necessário ou solicitado. A distância não pode romper as relações.

Ser Entendido

Muitas pessoas vão chamar a sua decisão de frescura, de fase ou de capricho de quem pode. Esteja preparado para longas conversas, mesmo que não seja obrigado, mas é de bom tom envolver as pessoas. Mas se pensarmos, quem já nos conhece bem, não vai precisa de muita explicação, não é mesmo?

Espero ter ajudado muito na sua decisão e preparação para esta nova e sempre emocionante vida de Nômade Digital.

VitorLima

Deixe uma resposta